Lactostart | Boas Práticas de Criação de Bezerras
170
page-template-default,page,page-id-170,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Boas Práticas de Criação de Bezerras

Cura de umbigo

 

MANEJO RÁPIDO E EFICIENTE!

 

A cura de umbigo deve ser realizada imediatamente após o nascimento com a imersão do coto umbilical em tintura de iodo (7 a 10%) por 20 segundos, sendo este procedimento repetido por três dias consecutivos. Está prática tem como finalidade a desinfecção e desidratação do coto umbilical, reduzindo a probabilidade de onfalopatias (infecções no umbigo), cujas consequências são responsáveis por altas taxas diarreia e mortalidade.

Colostragem

 

GARANTA BOM DESEMPENHO!

 

A transferência de anticorpos da vaca para a bezerra ocorre somente pelo colostro. Para garantir que essa importante transferência seja eficiente é necessário trabalhar ao mesmo tempo 3 pontos: tempo, qualidade e quantidade. Após o nascimento, a bezerra necessita receber no mínimo 10% do peso ao nascer em colostro de alta qualidade nas primeiras 6 horas de vida. Quanto mais rápido for esse consumo, maior será o benefício para a bezerra.

Higiene

 

MELHORA A SAÚDE DAS BEZERRAS!

 

A higiene com os utensílios utilizados no preparo e fornecimento de leite, instalação das bezerras, bebedouro de água e cocho de concentrado inicial, são fundamentais para reduzir problemas de saúde. Altas taxas de mortalidade, morbidade e baixo desempenho estão associadas higienização inadequada. A utilização de água, sabão e desinfetantes são grandes aliados na criação das bezerras.

Dieta líquida

 

PRINCIPAL FONTE DE NUTRIENTES!

 

O desenvolvimento da bezerra no início da vida é determinado pelo plano alimentar e qualidade da dieta líquida. Durante a fase de aleitamento de uma bezerra, ocorre o desenvolvendo do potencial produtivo da futura vaca, e todo o investimento em qualidade e quantidade de leite será retornado em aumento na produção.

Ração e Água

 

RESPONSÁVEIS PELO DESENVOLVIMENTO RUMINAL!

 

A ração é fundamental para o desenvolvimento ruminal das bezerras, portanto deve ser fornecida desde os primeiros dias de vida e deve ser trocada diariamente. Aliado ao fornecimento da ração está o fornecimento de água, que é essencial à saúde dos animais e ao início do processo de fermentação ruminal. A água deve ser fresca e de qualidade e deve ser fornecida à vontade desde os primeiros dias de vida para garantir o consumo voluntário pela bezerra.

Saúde

 

MELHORA O DESEMPENHO E AUMENTA PRODUÇÃO FUTURA DE LEITE!

 

Criar bezerras saudáveis, além de respeitar os direitos dos animais, também resulta em maior ganho de peso e maior produção futura de leite. A prevenção de doenças com manejos adequados incluindo boa nutrição e higiene são as chaves para o sucesso da criação de bezerras e redução do custo da criação.